Esporte pode ajudar mulheres na ascensão profissional

Profissionais preferem tempo livre a aumento de salário
15/10/2014
Quanto ganham os estagiários no Brasil
27/10/2014

A igualdade de condições e de oportunidades entre homens e mulheres no mercado de trabalho é um assunto que (ainda) está em discussão no Brasil e em vários países do mundo. De fato, depois de conquistarem espaço nas empresas, o desafio atual é alcançarem postos de gestão e remuneração compatível com a oferecida aos profissionais do sexo masculino.

Existe certa resistência em parte das empresas em deixar que uma área seja gerenciada por uma mulher. Características como estratégia e liderança não estão associadas ao estereótipo do que deve ser o comportamento feminino. Mas uma pesquisa recente revelou que a prática de esportes pode ser uma aliada para acelerar o potencial da carreira e a liderança feminina, além de influenciar positivamente as decisões de contratação.

O estudo, divulgado pela rede de atletas EY Women Athletes Business Network e pelo site espnW, constatou que 94% das executivas participantes praticavam algum esporte e 74% delas afirmaram que isso pode ajudar a acelerar o desenvolvimento de capacidades como liderança e potencializar o crescimento das mulheres nas empresas.

Mais de 60% delas reconheceram que o envolvimento com o esporte, no passado, colaborou para o sucesso de suas carreiras. De acordo com 67%, a prática esportiva conta como ponto positivo, inclusive, no momento da contratação de um candidato.

A pesquisa foi realizada com 400 executivas de diversos países, com destaque para o Brasil, Canadá, China, Reino Unido e Estados Unidos. Quase metade (49%) ocupava cargos de diretoria ou conselho e as demais participantes (51%) estavam outros cargos de gerência.

O esporte como ferramenta para o desenvolvimento de competências

Algumas das maiores empresas nacionais e multinacionais estimulam e oferecem meios para que seus colaboradores pratiquem esportes. Aquelas que possuem clubes em suas dependências saem na frente neste quesito pois, geralmente, esses espaços são compostos por academia, campos de futebol abertos e fechados, quadra para vôlei e basquete, entre outros itens.

“Mesmo que as empresas não utilizem estrategicamente o esporte com foco na mulher, os especialistas em esporte reconhecem que a sua prática estimula o desenvolvimento de capacidade de liderança e a competitividade, amplia a visão estratégica e facilita o trabalho em equipe. Essas características são muito úteis no mundo profissional para homens e mulheres em cargos de gestão”, avalia o diretor da Carreira Muller, Marco Schanoski.

 

Carreira Muller | Construindo Sentidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X