Visão de dono: como conseguir na sua empresa? - Carreira Muller
business, mercado, na-midia, remuneracao, rh

Visão de dono: como conseguir na sua empresa?

Atitude de dono, senso de dono, sentimento de dono, visão de dono. Esses são os “novos” termos para o “antigo” vestir a camisa da empresa — sob uma visão mais positiva: representam os profissionais que se sentem parte da organização, lutam pelo seu crescimento e zelam pelas conquistas.

O colaborador que tem visão de dono não é aquele que trabalha para ganhar o salário no final do mês, tampouco o que faz suas entregas sob demanda. Ele realmente pensa como o dono, tem uma visão abrangente, dá seu máximo e procura se aprimorar para atingir bons resultados. Preocupa-se com o ambiente organizacional, trabalha bem em equipe, tem senso de responsabilidade.

Ufa, não precisa ir muito além para entender porque todo executivo quer que sua equipe tenha visão de dono. Mas a verdade é que poucos têm — e que não é tarefa fácil conseguir isso. Esse conteúdo traz, então, 4 insights de como fomentar esse senso de dono nos profissionais da sua empresa.

1. Dissemine o “porquê” ao invés do “quê”

A faísca para despertar o sentimento de dono na equipe está em permitir que os colaboradores entendam justamente o porquê do seu trabalho (e não apenas o que precisa ser feito). E isso independe do nível hierárquico — aliás, as diferenças hierárquicas diminuem na medida em que cada colaborador ganha mais autonomia.

Se o colaborador tem uma visão mais sistêmica da organização e dos objetivos a longo prazo, compreende melhor qual seu papel para atingi-los. Isso desperta o engajamento e abre espaço para soluções mais criativas e eficientes. Manter a transparência é essencial.

Perceba que, quando alguém não entende o motivo de uma iniciativa, geralmente ela critica e poucos perguntam por que. É melhor que todos perguntem por que.

2. Reconheça o valor de cada um

Com o passar do tempo na empresa, é natural que o colaborador perca o entusiasmo e a empolgação dos primeiros dias, sob risco de cair na chamada “zona de conforto”. A empresa e os gestores têm, então, papel fundamental para evitar essa armadilha — e o reconhecimento constante é uma das estratégias.

O sentimento de dono vem do reconhecimento, seja das entregas, seja do comprometimento com a empresa e negócio como um todo. Não estamos falando de bônus e premiações (ainda que sejam fundamentais), mas de elogios, feedbacks, de um simples “parabéns”, “obrigado” ou “vamos ali tomar um café”.

3. Invista na cultura do intraempreendedorismo

Quando colaboradores são estimulados a expor suas opiniões e entendem que um trabalho proativo pode trazer recompensas (para eles, para o time e para a empresa), eles usam suas habilidades para propor melhorias. 

Passam a observar melhor os riscos e, principalmente, as oportunidades. De certa forma, a empresa está fomentando a inovação, a criação de novos produtos, soluções ou outras iniciativas que tragam resultados para o negócio.

4. Permita que ele seja, de fato, dono da empresa

A Klabin S/A, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, anunciou em 29 de novembro de 2021 que iria expandir seu programa de ações para 100% do quadro. Estamos falando de cerca de 17 mil colaboradores em todo o mundo, dos silvicultores aos executivos — esses últimos já faziam parte do programa.

Na 92ª edição do Quinto Dia Útil, podcast da Carreira Muller, Katia Maria e Amanda Cavalcanti, do time de Remuneração da Klabin, contaram como essa notícia foi recebida pela empresa, como se deu o projeto de comunicação (que precisou acontecer em 3 meses), quais foram os resultados até aqui e algumas histórias.

Entre elas, a de uma copeira que falou para um dos executivos da Klabin: “cuida bem da empresa que agora ela é minha também”. Esse é o sentimento de dono aflorando — ou evidenciando, se já existia. Vale muito a pena assistir!

Obviamente nem todas as organizações conseguem incluir planos de opções de compra de ações, mas há outras modalidades de Incentivo de Longo Prazo (ILP) em que o reconhecimento acontece para todos os colaboradores e a recompensa vem com valores fixos ou por percentual. 

Você já viu nosso estudo sobre ILP? É uma boa oportunidade para entender o movimento do mercado. Fale com nossa equipe!

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será exibido. Os campos marcados com * são obrigatórios.

Fazer um comentário *

Nome *

E-mail *

Site