People Analytics: o que é, como começar e o que fazer para não errar

Há cinco anos, uma publicação da Harvard Business Review afirmava que 70% das empresas consideravam People Analytics como alta prioridade. A mesma reportagem falava, no entanto, que apenas 9% das organizações tinham boa compreensão sobre o uso de dados na análise de pessoas. Isso nos mostra que o conceito não é novo — pelo contrário! —, que há anos as empresas veem isso como prioridade, mas poucas se movimentavam nesse sentido.

De lá para cá, o conceito de People Analytics ganhou cada vez mais amplitude: está na pauta de discussões de praticamente todos os eventos recentes da área de Gestão de Pessoas, vem ganhando investimentos e até mesmo áreas destinadas para isso nas empresas.

Na sua organização, como a questão vem sendo tratada?

Se ainda estão engatinhando, o primeiro passo é entender o que é People Analytics, quais são os benefícios e quais cuidados tomar. Convidamos o João Resch, Gerente de Remuneração da Carreira Muller, para falar mais sobre o assunto. 

O que é People Analytics e qual sua importância?

Por mais que o termo tenha origem na big data e abrace os preceitos do business intelligence para a área de recursos humanos, não tem a ver com tecnologia — e sim com metodologia! Sua explicação é bastante simples:

People Analytics é a análise de dados para orientar decisões relacionadas às pessoas da empresa.

Ou seja, não se restringe a dashboards completos: é todo tipo de análise de dados que traz insights valiosos e ajuda a tomar decisões informadas sobre questões relacionadas aos funcionários. Vamos dar alguns exemplos de dados e situações em People Analytics.

  • Dados para identificar características-chave de candidatos durante o processo de recrutamento e seleção;
  • Dados de performance para fazer o cruzamento com o ciclo de mérito;
  • Dados para identificar fatores que contribuem para a satisfação e o engajamento dos funcionários;
  • Dados para identificar competências de liderança e áreas de melhoria, que ajudam a criar programas de desenvolvimento personalizados;
  • Análises salariais para garantir o posicionamento das pessoas: se salários e benefícios estão competitivos em relação ao mercado.
  • Entre tantos outros.

Esses exemplos evidenciam a importância de trabalhar com People Analytics. “Ao longo do tempo, muitas decisões eram tomadas na base da intuição e com muitos vieses — o que é algo natural do ser humano, mas que impacta em uma série de problemas. Então trazer a análise de dados para a tomada de decisão faz com que acertemos mais.”, diz João. 

O case do Google — e algumas boas indicações!

Durante o 66º episódio do ConsultAqui, João Resch e Filipe Ferretti, Coordenador Comercial da Carreira Muller,  até brincaram que muitas vezes é apenas a intuição do gestor que mede a felicidade do time em trabalhar na empresa. Não são fatos, tampouco análises: são as “vozes da sua cabeça”. E o que o People Analytics nos mostra é que o ser humano é facilmente “enganável” — e que a intuição nos induz a erros. Basta olhar o case do Google.

A equipe do Google People Analytics ganhou fama quando admitiu que todo o seu processo de entrevistas estava cheio de erros. Antes, os recrutadores faziam uma dúzia de entrevistas com candidatos a uma vaga — e achavam, por intuição, que isso era realmente importante para sua tomada de decisão. Então decidiram testar se todas essas entrevistas eram efetivas. 

A análise de dados mostrou que, após quatro entrevistas, o recrutador já tinha 86% de chance de tomar a decisão correta. Com isso, o Google passou a fazer o processo de recrutamento com quatro entrevistas para as equipes não técnicas e cinco entrevistas para as técnicas. É uma mudança que representa diminuição de recursos e de tempo — tanto dos gestores quanto dos candidatos.

VALE A PENA CONFERIR

Há outros cases conhecidos de sucesso em People Analytics, como os da IBM, Embraer e Nilsen — vale a pena dar uma olhada! Saindo um pouco do cenário das empresas, também recomendamos o filme “O Homem que Mudou o Jogo”, que mostra como um programa de estatística pode revolucionar o esporte.

E, por fim, no 125º episódio do Quinto Dia Útil, a Diretora de Remuneração e Mobilidade do iFood, Lilian Kazama, contou como a tecnologia e o algoritmo podem ajudar a evitar os vieses da Remuneração.

people analytics Fuja dos vieses em remuneração – QDU #125

People Analytics: como não errar e ganhar um RH mais estratégico

Com o uso do People Analytics, muitos processos tradicionais acabam caindo por terra, o que eventualmente gera um desconforto inicial.  Então convencer as lideranças é um desafio a ser superado, mas essencial quando se fala em ter um RH estratégico.  O People Analytics vai fornecer insights baseados em dados que podem ajudar os líderes a tomar decisões muito mais informadas sobre recrutamento, retenção de talentos, treinamento e desenvolvimento, entre outros aspectos relacionados à gestão de pessoas.

Com tantos benefícios, fica a pergunta: por que não usamos isso há mais tempo e ainda mais?

João traz a resposta: “porque é difícil. A informação nem sempre está disponível e é preciso estruturar um processo: coletar os dados, fazer o tratamento e a limpeza deles, organizá-los e ainda ter conhecimento em técnicas de estatística para decidir se o dado é significativo ou se não vai levar a conclusões precipitadas.”

Imagine, por exemplo, que você precise decidir qual é o melhor vendedor da sua empresa na região Sudeste. O Pablo, que atende Minas Gerais, somou R$ 3 milhões em vendas no último mês, enquanto Raul, que atende São Paulo, somou R$ 5 milhões em vendas. Se você for olhar apenas para o número absoluto, Raul certamente é o melhor vendedor. No entanto, se analisarmos que, historicamente, o esperado é vender R$ 1 milhão em Minas Gerais e R$ 7 milhões em São Paulo, quem se destacou?

São situações como essas que exigem cuidado ao fazer o tratamento dos dados. E qual é a saída? Para quem quer aplicar a metodologia de People Analytics na tomada de decisão sobre pessoas, a recomendação é fazer cursos de análise de dados. “Assim você estará sendo de fato estratégico, e não transformando um viés em ciência”, conclui João.

Quais ferramentas contribuem na aplicação de People Analytics?

O People Analytics é uma prática baseada em diversos pilares que ajudam a estruturar e orientar a análise de dados. Um deles são os sistemas que apresentam esses dados, muitas vezes em dashboards atualizados em tempo real. As ferramentas mais acessíveis para isso atualmente são o Excel, o Tableau e o Power BI, mas também é possível desenvolver soluções, geralmente em python e/ou R (linguagens de programação).

Além disso, também há empresas de serviços que oferecem soluções customizadas em People Analytics. A ConsultaSalarial®, da Carreira Muller, é um exemplo. O sistema traz uma série de dados sobre as pessoas da organização em dashboards

Quer conhecer mais sobre a nossa solução? Peça uma demonstração! Se já conhece e ainda tem dúvidas de como o People Analytics pode te ajudar, envie sua pergunta para a gente. Fale conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carreira Muller

Somos uma consultoria especialista em gestão de remuneração que, há a quase 3 décadas, trabalha para desenvolver pessoas e negócios.

Acompanhe-nos

Confira também outros artigos

Separamos mais algumas leituras relacionadas com a publicação acima para você
se aprofundar ainda mais nos conteúdos de remuneração.

Solicite seu Diagnóstico

Preencha os campos abaixo para solicitar seu diagnóstico

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Solicite uma demonstração

Preencha os campos abaixo para solicitar sua demonstração

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Fale com um consultor

Será um grande prazer retornar sua solicitação!

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

ConsultaSalarial®

SalaryMark®

Acesse nossas plataformas

Acesse nossa área de cursos

Acesse agora o Astrobee