O que considerar antes de implantar o Home Office na sua empresa?

Estudo aponta principais tendências sobre a prática no mercado brasileiro

A tecnologia mudou a maneira como interagimos com objetos, lugares e pessoas – e quando falamos em relacionamentos, ela parece ter feito isso tanto pessoal quanto profissionalmente. Recentemente, o Citrix Landscape 2020,  estudo da empresa de software Citrix, mostrou que a tecnologia tem modificado e deve modificar ainda mais o mercado de trabalho mundial, consolidando tendências já existentes, mas que ainda não são realidade na maioria das empresas.

O Home Office

Uma dessas vertentes é o Home Office que, apesar de ainda vista com receio, poderá se tornar padrão em um curto espaço de tempo. Segundo a pesquisa, até 2020, 50% dos profissionais trabalharão de casa, seguindo os padrões legais. Trabalhar remotamente já é uma realidade em outros países, como no caso do Reino Unido. A tecnologia facilitou bastante esse processo, possibilitando os profissionais a trabalhar tranquilamente de forma remota, desde que sejam implementados critérios de segurança. E a modalidade parece agradar: dados da pesquisa mostram que, mundialmente, 43% dos trabalhadores gostariam de ter mais flexibilidade no trabalho e muitas grandes empresas já possuem políticas de Home Office. Esta opção é muito benéfica principalmente nas grandes cidades, onde o transito caótico é difícil e cansativo.

Outros pontos que influenciam muito nessa percepção positiva do Home Office é a possibilidade de se ter horários mais flexíveis, estar mais próximo da família, enfim, ter mais qualidade de vida. “O equilíbrio entre vida pessoal e profissional se torna uma preocupação cada vez maior tanto para funcionários quanto para empregadores. E atuar remotamente é uma ótima alternativa”, explica Fabio Bertoli, Consultor de Remuneração da Carreira Muller, empresa que acaba de lançar um estudo sobre o tema. Segundo Bertoli, o intuito de reunir informações a respeito do tema foi entender como o mercado brasileiro se posiciona perante essa prática, analisando a abrangência do programa nas organizações, suas regras, políticas, impactos e dificuldades encontradas na sua aplicação. Participaram da pesquisa 300 empresas nacionais e multinacionais que operam em todo o território brasileiro. Entre os segmentos pesquisados estão Autopeças, Máquinas e Equipamentos, Serviços, Siderurgia e Metalurgia, entre outros.

Abaixo listamos alguns insights desse material:

Formal ou Informal?

A informalidade ainda é uma realidade quando se avalia o Home Office. A visão geral das empresas que participaram do estudo aponta que em apenas 15% delas o Home Office é uma prática formal, definida por uma política. Em outros 15% delas apesar de ser formal, a prática não segue uma política própria, mas sim diretrizes corporativas. No restante, quase 70% dos casos, a prática é informal e as definições são baseadas em determinações de gestores e funcionários.

Elegibilidade

Quando a questão é analisar quem se encaixaria nesse formato de trabalho, os números apontam que a área e o nível de atuação do colaborador interferem (95%). Entre as unidades da empresa que podem seguir essa tendência estão filiais, com 4%, eescritório corporativo, com 32%. A maioria, com 64%, refere-se a ambos os casos, dependendo da área e nível do profissional.

 Áreas e Níveis

Entre as Áreas elegíveis ao Home Office, o RH ocupou a 4ª posição, com 50%, atrás de áreas administrativas (56%), comercial (55%) e vendas (55%). Já os Níveis são mais determinantes que as áreas, tendo em vista que quanto maior o cargo, mais chances de trabalharem remotamente: Gerentes (90%), Diretores e Alta Gerência (77%), Coordenadores (66%) e Vice-Presidência (60%).

Implementação

62% das empresas respondentes apontaram que contam com uma versão piloto do projeto Home Office, e nas 38% restantes ele já está implantado. Nestas, a implantação é recente, tendo acontecido em menos de 5 anos (69%).

Regras, Auxílios e Benefícios

Regras

As empresas não costumam restringir a quantidade ou periodicidade de dias que seus colaboradores fazem Home Office, determinação que deve ser alinhada entre funcionário e gestor imediato.

Das organizações participantes, 84% disseram não haver restrição de quantidade de dias que o colaborador pode trabalhar em casa, desde que aconteça de maneira controlada pelo funcionário e seu gestor. A flexibilidade quanto a esses dias serem fixos também é grande: para 92% não é necessário determinar o dia da semana em que o trabalho remoto irá acontecer.

Equipamentos e Tecnologia

Entre os principais equipamentos fornecidos estão: Notebook (96%), Acesso remoto (75%) e Celular da empresa (73%).

Ajuste Contratual de Trabalho

Não houve mudanças contratuais em 86% das empresas.

Para saber se os equipamentos são fornecidos gratuitamente pela empresa e se há reembolso pelo uso do telefone particular, acesse o estudo clicando aqui.

Jornada de Trabalho

70%, ou seja, a maior frequência de funcionários que realizam o Home Office são isentos do controle de jornada. Quer saber como é feita a apuração do horário quando o trabalho é remoto? Ou se ele passa a ser flexível quando em Home Office? Clique aqui e tenha acesso ao Estudo completo

Dificuldades

Apesar dos benefícios que a prática estabelece, alguns pontos são indicados como preocupantes na gestão do trabalho à distância. Entre eles estão a Dificuldade de estabelecer comunicação clara com equipe (25%), Falta de aceitação da prática pela equipe (23%) e Problemas para profissionais organizarem suas atividades quanto em Home Office (23%).


Não perca tempo e conheça as práticas mais comuns do Home Office nas empresas! Clique aqui e solicite o Estudo.

Carreira Muller | Construindo Sentidos

 

Uma resposta

  1. Gostei muito do que li aqui no seu site.Estou estudando o assunto,Mas quero agradecer por que seu texto foi muito valido. Obrigado 🙂

Carreira Muller

Somos uma consultoria especialista em gestão de remuneração que, há  3 décadas, trabalha para desenvolver pessoas e negócios.

Acompanhe-nos

Confira também outros artigos

Separamos mais algumas leituras relacionadas com a publicação acima para você
se aprofundar ainda mais nos conteúdos de remuneração.

Viva uma experiência inédita no Quinto dia Útil!

Participe dos bastidores do nosso podcast em uma imersão presencial, assistindo à 4 entrevistas em primeira mão, se conectando com outros profissionais da comunidade e com a chance de subir ao palco e fazer perguntas diretamente aos convidados!

Acesso gratuito ao módulo Free da ConsultaSalarial®:

Declaro ter ciência e aceitar as condições para navegar no módulo gratuito oferecido pela Carreira Muller:

1 – Para solicitar o acesso é necessário que sejam enviados os dados requisitados no questionário de coleta. As informações recebidas serão analisadas, por parte da Carreira Muller, e o envio destas não acarretará uma liberação automática do acesso.

2 – O prazo de retorno com a confirmação ou declínio do acesso leva até 2 dias úteis.

3 – A forma de comunicação utilizada pela Carreira Muller para informar tudo o que é necessário se faz pelo endereço de e-mail informado no momento do preenchimento do formulário. Portanto, aceitando este termo você também concorda com o recebimento de nossos e-mails. Caso deseje parar de recebê-los há um mecanismo à disposição em cada e-mail disparado.

4 – Não há custo algum para que as empresas selecionadas usufruam desse módulo Free.

5 – Todo o acesso é configurado com base na Razão Social informada pelo solicitante no questionário de coleta. Portanto, se o solicitante deixar a empresa (CNPJ) base cadastrada, o acesso também é desativado.

6 – O informante dos dados se responsabiliza pela veracidade das informações disponibilizadas e pode, a qualquer momento, requisitar a baixa de seu cadastro com a consequente eliminação de todos os dados por ele informados.

7 – Todo o acesso é feito pela nossa plataforma online (www.carreira.com.br) por meio de um login e senha. O login será gerado com base no e-mail corporativo informado nos dados, considerando o tópico 1, e a senha será configurada, pelo próprio solicitante, no primeiro acesso.

8 – O solicitante declara reconhecer que a Carreira Muller é titular exclusiva dos direitos de propriedade intelectual de todo o conteúdo publicado na plataforma. Está ciente que não poderá modificar, transferir, sublicenciar, vender, ou de qualquer forma, colocar à disposição de terceiros, os materiais supra referidos, nem os serviços prestados pela Carreira Muller, a não ser que haja autorização prévia e formal da Carreira Muller, sob pena de responder pelos danos decorrentes dessa conduta.

9 – Considerando a modalidade de oferta desse serviço, a Carreira se resguarda no direito de modificar ou suspender total ou parcialmente tais serviços a qualquer momento, independentemente de notificação prévia.

Solicite seu Diagnóstico

Preencha os campos abaixo para solicitar seu diagnóstico

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Solicite uma demonstração

Preencha os campos abaixo para solicitar sua demonstração

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Fale com um consultor

Será um grande prazer retornar sua solicitação!

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

ConsultaSalarial®

SalaryMark®

Acesse nossas plataformas

Acesse nossa área de cursos

Acesse agora o Astrobee