Demissões em massa: a bolha de TI explodiu?

Demissões em massa: a bolha de TI explodiu?

Entre 2022 e 2023, alguns dos maiores players de tecnologia do mundo reduziram seus quadros de forma expressiva. Quase 72 mil pessoas foram demitidas de grandes companhias como Amazon, Twitter, Microsoft e Google. No Brasil, as demissões em massa alcançaram empresas como PagSeguro, Me Poupe!, XP, Buser, C6 Bank, Loggi e iFood.

Segundo analistas financeiros, essa é uma crise que estava anunciada há algum tempo – a recessão, inclusive, deveria ter começado em 2020. Mas, como existiu um movimento bancário com emissão de moda, a conta estaria chegando agora. Nesse novo cenário, ficam duas perguntas:

  • As empresas estão reduzindo salários inflados para contratar profissionais com salários menores?
  • A bolha de TI explodiu? 

É isso o que buscamos responder neste conteúdo. Antes de tudo, vale a pena entender um pouco mais sobre as demissões em massa.

4 pontos para entender as demissões em massa

Desde o início dos anos 2000, a área de tecnologia desponta como um espaço para segurança profissional e estabilidade financeira. O que aconteceu de lá para cá que resultou em demissões em massa? Há pelo menos quatro acontecimentos que estão por trás desse cenário. São eles:

  • Pandemia da Covid-19: com a migração de atividades para o ambiente online, houve uma rápida e intensa aceleração econômica. Para suprir a nova demanda do mercado, as empresas aumentaram as contratações. Passados três anos de pandemia,  no entanto, as organizações agora estão adequando os headcounts aos novos patamares de receita.

  • Guerra da Ucrânia: a invasão do território ucraniano se tornou um marco ético para as gigantes da tecnologia cujas plataformas se tornaram campos de guerra no campo da informação paralela.

 

  • Redução de receita com publicidade: a maior parte das receitas das Big Techs vinha da publicidade de grandes empresas no espaço digital. Com o aumento da inflação e da taxa de juros dos Estados Unidos, essas empresas reduziram significativamente os valores gastos com publicidade.

 

  • Recessão global: como já dissemos, analistas financeiros afirmam que estamos em uma era de crise macroeconômica. Há algum tempo as empresas vinham apresentando queda nos resultados e sinais de fragilidade. A fim de conter a crise, as organizações estão revendo seus planejamentos financeiros e orçamentários – inclusive com pessoas.

Então, voltamos àquelas duas perguntas.

  • As empresas estão reduzindo salários inflados para contratar profissionais com salários menores?

É verdade que muitas empresas aproveitam certos momentos para fazer uma série de demissões, a começar por aqueles que têm os salários inflados. Isso acontece quando há, inclusive, mudanças nos objetivos da organização.

Mas, embora essa pudesse ser uma possibilidade, não parece ser o caso das demissões recentes. Os headcounts foram anunciados como uma redução de quadro – não como uma substituição de equipe. Ou seja, não tem relação com recontratação de pessoas, mas com o momento de fragilidade do mercado.

  • A bolha de TI explodiu?

Acreditamos que nossa sociedade está radicalmente estruturada em aplicativos, gadgets e sistemas online. Se de fato houver uma crise global, os resultados piorarem e novas ondas de demissão em massa acontecerem, provavelmente teremos reduções nos salários. 

Mas, de início, tudo indica que a bolha de TI não explodiu. A demanda por serviços tecnológicos segue em alta. A tendência é que vejamos apenas uma redução naquele ritmo intenso de crescimento de salários

Remuneração e RH têm que ficar de olho

Se você é profissional de RH e tem a gestão da remuneração sob sua responsabilidade, é possível olhar para esse cenário como uma oportunidade para atrair, engajar e reter talentos. Como? Mostrando que a empresa em que atua é estável, segura, que tem uma boa trilha de carreira, clima agradável e oportunidades de aprendizado.

E acompanhar o mercado de TI se torna mais indispensável que nunca. Além do movimento do mercado econômico, o episódio recente das Big Techs nos ensina uma lição: uma gestão responsável na contratação de pessoas, com planos salariais bem estruturados, pode evitar problemas no futuro para a empresa e seus colaboradores.

Na Consulta Salarial, você tem acesso a pesquisas para a área de TI. Conte com os especialistas da Carreira Muller para sanar suas dúvidas. E lembre-se de que todas as semanas o ConsultAqui traz respostas sobre o universo da Remuneração.

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carreira Muller

Somos uma consultoria especialista em gestão de remuneração que, há  3 décadas, trabalha para desenvolver pessoas e negócios.

Acompanhe-nos

Confira também outros artigos

Separamos mais algumas leituras relacionadas com a publicação acima para você
se aprofundar ainda mais nos conteúdos de remuneração.

Viva uma experiência inédita no Quinto dia Útil!

Participe dos bastidores do nosso podcast em uma imersão presencial, assistindo à 4 entrevistas em primeira mão, se conectando com outros profissionais da comunidade e com a chance de subir ao palco e fazer perguntas diretamente aos convidados!

Acesso gratuito ao módulo Free da ConsultaSalarial®:

Declaro ter ciência e aceitar as condições para navegar no módulo gratuito oferecido pela Carreira Muller:

1 – Para solicitar o acesso é necessário que sejam enviados os dados requisitados no questionário de coleta. As informações recebidas serão analisadas, por parte da Carreira Muller, e o envio destas não acarretará uma liberação automática do acesso.

2 – O prazo de retorno com a confirmação ou declínio do acesso leva até 2 dias úteis.

3 – A forma de comunicação utilizada pela Carreira Muller para informar tudo o que é necessário se faz pelo endereço de e-mail informado no momento do preenchimento do formulário. Portanto, aceitando este termo você também concorda com o recebimento de nossos e-mails. Caso deseje parar de recebê-los há um mecanismo à disposição em cada e-mail disparado.

4 – Não há custo algum para que as empresas selecionadas usufruam desse módulo Free.

5 – Todo o acesso é configurado com base na Razão Social informada pelo solicitante no questionário de coleta. Portanto, se o solicitante deixar a empresa (CNPJ) base cadastrada, o acesso também é desativado.

6 – O informante dos dados se responsabiliza pela veracidade das informações disponibilizadas e pode, a qualquer momento, requisitar a baixa de seu cadastro com a consequente eliminação de todos os dados por ele informados.

7 – Todo o acesso é feito pela nossa plataforma online (www.carreira.com.br) por meio de um login e senha. O login será gerado com base no e-mail corporativo informado nos dados, considerando o tópico 1, e a senha será configurada, pelo próprio solicitante, no primeiro acesso.

8 – O solicitante declara reconhecer que a Carreira Muller é titular exclusiva dos direitos de propriedade intelectual de todo o conteúdo publicado na plataforma. Está ciente que não poderá modificar, transferir, sublicenciar, vender, ou de qualquer forma, colocar à disposição de terceiros, os materiais supra referidos, nem os serviços prestados pela Carreira Muller, a não ser que haja autorização prévia e formal da Carreira Muller, sob pena de responder pelos danos decorrentes dessa conduta.

9 – Considerando a modalidade de oferta desse serviço, a Carreira se resguarda no direito de modificar ou suspender total ou parcialmente tais serviços a qualquer momento, independentemente de notificação prévia.

Solicite seu Diagnóstico

Preencha os campos abaixo para solicitar seu diagnóstico

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Solicite uma demonstração

Preencha os campos abaixo para solicitar sua demonstração

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Fale com um consultor

Será um grande prazer retornar sua solicitação!

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

ConsultaSalarial®

SalaryMark®

Acesse nossas plataformas

Acesse nossa área de cursos

Acesse agora o Astrobee