Contratei um Plano de Cargos e Salários. E agora?

Você, profissional de RH ou Remuneração, decide contratar um Plano de Cargos e Salários para resolver alguma questão em sua empresa. Com nossas dicas, vamos supor que conseguiu convencer os gestores e comprar o plano. E agora, caminha sozinho?

Não, de forma alguma.

O RH não só pode – como deve! – envolver lideranças de outros setores no desenvolvimento desse projeto. Esse é um dos segredos do sucesso de Plano de Cargos e Salários. Mas, quem envolver? E em quais etapas da implementação? 

É isso o que vamos trazer neste conteúdo que contou com a colaboração da Coordenadora em Estratégia de Remuneração da Carreira Muller, Daniela Brancaglion

O grande empecilho do RH na execução do Plano de Cargos e Salários

Por acompanhar a execução de um Plano de Cargos e Salários nas empresas, os consultores da Carreira Muller têm consciência de quais são as principais dúvidas que os profissionais de RH recebem — e até mesmo quais impasses precisam resolver. “Brinco com a maioria dos nossos clientes que fazer o projeto é uma das partes mais fáceis: o ‘virar a chave’, implementar e convencer internamente é que é difícil. Por isso, queremos ajudar nesse sentido”, explica Daniela.

O principal empecilho que os profissionais de RH ou Remuneração encontram é sempre a resistência por parte da gestão. Isso geralmente acontece porque os gestores não foram envolvidos de forma satisfatória/adequada ou porque acabam questionando a estrutura: “poxa, eu tinha tal cargo e não tenho mais”, “eu pedi  tal cargo e agora não existe mais”, “mas funcionava tão bem assim”.

Não é incomum – pelo contrário – ainda haver personificação das histórias. E isso é natural se considerarmos que os gestores estão acostumados com a estrutura e toda mudança acaba gerando desconforto. Além disso, também pode haver resistência por parte do Jurídico, que sempre terá um olhar voltado para a questão da segurança.

Então, como implementar o Plano de Cargos e Salários evitando que esses tipos de situações aconteçam? É como diz Daniela Brancaglion: vamos dar aqui o “caminho das pedras” de quais áreas envolver em cada etapa do projeto

As etapas do Plano de Cargos e Salários — e quem envolver!

> Comunicação do projeto

Na primeira etapa, a consultoria responsável pela execução do Plano de Cargos e Salários irá se apresentar, explicar todas as fases do projeto e quais serão as entregas. Chamamos esse primeiro momento de kick off com os gestores. Quem deve participar?

Daniela é categórica: “primeiro — e inevitavelmente —, o CEO”. Se a principal liderança da empresa faz o convite para que todos se envolvam no projeto, a implementação é mais fácil e certamente mais bem-sucedida.  Depois, recomendamos que todos os colaboradores participem. Se não for possível, ao menos todos os gestores, de todos os níveis.

Assim, elimina-se logo no início eventuais ansiedade ou imaginação de como o plano vai funcionar.

> Mapeamento (estrutura) de cargos

Feita a comunicação, a segunda etapa é o mapeamento dos cargos. Desta vez, você NÃO vai envolver todo mundo da empresa: essa é uma etapa estratégica. É o momento em que vão discutir se a estrutura da empresa está satisfatória/adequada (ou não) e se há oportunidades de melhoria. Para isso, é necessário ter uma visão futura e uma estratégia em mente.

Na metodologia da Carreira Muller, defendemos que essa etapa “mão na massa” seja realizada apenas com os heads. Enquanto a consultoria traz uma visão de mercado, essas lideranças ajudam no entendimento da estrutura organizacional e, assim, encontramos juntos o equilíbrio.

> Comunicação da estrutura

Assim que a nova estrutura for definida com os heads, chega o momento de anunciar essa primeira entrega e quais serão as próximas etapas para a construção da trilha de carreira. É hora de, novamente, chamar todas as pessoas da primeira etapa, fazer a comunicação e tirar as dúvidas referentes aos cargos que saíram, que entraram, se houve unificação, etc.

Quando isso não acontece, o projeto acaba emperrando posteriormente. Esse “sinal verde” das lideranças é importante para a sequência do plano.

> Descrição de cargos

Ainda que a metodologia da Carreira Muller não contemple a descrição de cargos como obrigatória, pode ser que seja necessária para a nova trilha de carreira. Nesse caso, é preciso envolver todas as lideranças — e não apenas os heads. Os gerentes vão dividir as responsabilidades com seus coordenadores; os coordenadores com seus supervisores, e assim por diante. 

Recomendamos compartilhar essa tarefa com todos os níveis dentro da estrutura de cargos, porque será necessário entrar em detalhes de atividades e pré-requisitos para cada posição.

E o Jurídico?

No início desse conteúdo, falamos que o Jurídico pode ser um dos empecilhos do RH (ou da Remuneração) para a “virada de chave” de um Plano de Cargos e Salários. Para evitar essa situação, é importante também envolver o setor desde o início do projeto, tanto para contribuir com algum parecer quanto para tratar de alguns anseios.  

Se todas as recomendações acima forem colocadas em prática, a tendência é um caminho bem mais leve e uma implementação tranquila do Plano de Cargos e Salários. Se você tiver mais alguma dúvida, fale conosco! A Carreira Muller pode ajudar a organizar o futuro da sua empresa. 

Saiba mais sobre a nossa metodologia para um Plano de Cargos e Salários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carreira Muller

Somos uma consultoria especialista em gestão de remuneração que, há  3 décadas, trabalha para desenvolver pessoas e negócios.

Acompanhe-nos

Confira também outros artigos

Separamos mais algumas leituras relacionadas com a publicação acima para você
se aprofundar ainda mais nos conteúdos de remuneração.

Acesso gratuito ao módulo Free da ConsultaSalarial®:

Declaro ter ciência e aceitar as condições para navegar no módulo gratuito oferecido pela Carreira Muller:

1 – Para solicitar o acesso é necessário que sejam enviados os dados requisitados no questionário de coleta. As informações recebidas serão analisadas, por parte da Carreira Muller, e o envio destas não acarretará uma liberação automática do acesso.

2 – O prazo de retorno com a confirmação ou declínio do acesso leva até 2 dias úteis.

3 – A forma de comunicação utilizada pela Carreira Muller para informar tudo o que é necessário se faz pelo endereço de e-mail informado no momento do preenchimento do formulário. Portanto, aceitando este termo você também concorda com o recebimento de nossos e-mails. Caso deseje parar de recebê-los há um mecanismo à disposição em cada e-mail disparado.

4 – Não há custo algum para que as empresas selecionadas usufruam desse módulo Free.

5 – Todo o acesso é configurado com base na Razão Social informada pelo solicitante no questionário de coleta. Portanto, se o solicitante deixar a empresa (CNPJ) base cadastrada, o acesso também é desativado.

6 – O informante dos dados se responsabiliza pela veracidade das informações disponibilizadas e pode, a qualquer momento, requisitar a baixa de seu cadastro com a consequente eliminação de todos os dados por ele informados.

7 – Todo o acesso é feito pela nossa plataforma online (www.carreira.com.br) por meio de um login e senha. O login será gerado com base no e-mail corporativo informado nos dados, considerando o tópico 1, e a senha será configurada, pelo próprio solicitante, no primeiro acesso.

8 – O solicitante declara reconhecer que a Carreira Muller é titular exclusiva dos direitos de propriedade intelectual de todo o conteúdo publicado na plataforma. Está ciente que não poderá modificar, transferir, sublicenciar, vender, ou de qualquer forma, colocar à disposição de terceiros, os materiais supra referidos, nem os serviços prestados pela Carreira Muller, a não ser que haja autorização prévia e formal da Carreira Muller, sob pena de responder pelos danos decorrentes dessa conduta.

9 – Considerando a modalidade de oferta desse serviço, a Carreira se resguarda no direito de modificar ou suspender total ou parcialmente tais serviços a qualquer momento, independentemente de notificação prévia.

Solicite seu Diagnóstico

Preencha os campos abaixo para solicitar seu diagnóstico

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Solicite uma demonstração

Preencha os campos abaixo para solicitar sua demonstração

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Fale com um consultor

Será um grande prazer retornar sua solicitação!

Fique tranquilo que seus dados estão seguros conforme nossa política de privacidade, frente a Lei de Proteção de dados.

Acesse nossas plataformas

Acesse nossa área de cursos

Acesse agora o Astrobee