A transformação do perfil do RH

Entrevista: Diretor da Carreira dá orientações sobre como o RH deve lidar com queda na remuneração executiva no país
29/04/2015
Cesta Básica ou Cartão Alimentação: qual a melhor opção para as empresas?
19/05/2015

Sob a influência direta das transformações econômicas, sociais, políticas, tecnológicas – e até mesmo ambientais – a que estivemos sujeitos, o perfil do RH vem se modificando. Em função também da sua própria iniciativa em busca de mais conhecimento, é natural que o profissional da área se reinvente.

Entre as exigências desse novo perfil continuam as atribuições mais tradicionais, como o administração de competências nas áreas técnicas de RH, como gestão de pessoas e benefícios, conhecimento da legislação trabalhista, bem como coordenação das atividades de planejamento, recrutamento e seleção, treinamento, avaliação de desempenho, desenvolvimento de pessoas e a remuneração.

No entanto, uma nova característica tem ganhado força dentro das empresas e merece atenção: o RH estratégico. Constantemente, os profissionais do setor têm sido instigados – e cobrados – por parte dos líderes das organizações, a assumirem uma posição neste sentido, deixando de lado o “maquinal” ou operacional, para fazer parte do seleto grupo que auxilia em tomadas de decisões em empresas, o que é bastante positivo.

No entanto, o mercado criou uma expectativa de que RHs se tornem estratégicos, os próprios RHs querem ser estratégicos e as companhias querem profissionais estratégicos.

Mas, afinal, quais são os pilares do perfil estratégico dentro das organizações?

  • Embasamento

    Seja ele teórico ou prático, para tomar decisões certeiras e ajudar a empresa e a equipe a crescerem, é preciso ter embasamento, conhecer o segmento, o setor e, principalmente, entender de pessoas.

  • Gestão de pessoas

    Uma empresa não é feita só de máquinas ou resultados financeiros. As pessoas estão por trás de tudo isso e contribuem, diretamente, para os resultados da empresa. Atentar-se a elas pode ser o segredo do seu negócio.

  • Equipe qualificada e motivada

    Para alcançar o sucesso da organização, é preciso entender o que motiva as pessoas – com certeza, não é só dinheiro! Uma equipe qualificada e engajada é capaz de entregar melhores resultados e contribuir, positivamente, para o clima organizacional.

  • Saber do negócio

    Entender tudo sobre a empresa e se informar sobre o seu mercado é fundamental para sugerir – e definir -quais estratégias precisam ser postas em prática para ajudar a evitar crises que abalem a corporação.

Portanto, fica claro que, para acrescentar o perfil estratégico ao RH e, ainda assim, exigir que as atividades habituais sejam atendidas, é necessário dar subsídios aos profissionais. Investir na sua capacitação é investir nessa nova responsabilidade. Em muitas empresas ele ainda é uma ferramenta de execução. Por isso, tem dificuldade em ter uma maior participação no seu core business, não conseguindo dar suporte e estrutura para evolução dos colaboradores de diversos níveis da empresa em busca de resultados. E isso acontece porque ele não possui conhecimento, base técnica para assumir esse papel.

Para solucionar esta questão, há uma saída bastante estratégica: recorrer a parceiros que auxiliam na definição de estratégias que vão permitir que o profissional de RH se dedique a aprimorar seu conhecimento e, finalmente, que ele possa ser agente de decisão para o local em que trabalha.

E-books gratuitos:
Como anda o profissional de RH – 3ª edição 

O profissionais de RH é feliz? 

Carreira Muller |Construindo Sentidos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X