Profissional de remuneração, não seja um minion! Seja uma vaca roxa.

Psicólogo no RH: em dias de maré brava, é ele quem direciona o remo
24/08/2017
Administrador – a visão 360° no RH
06/09/2017

Em uma palestra, Henrique Carvalho, um dos experts de marketing digital e criador do Viver de Blog, dava um conselho aos profissionais de diversos setores que o assistiam: no mercado de trabalho, não seja um Minion, seja uma Vaca Roxa. A analogia pode ser explicada da seguinte maneira: os Minions são aquelas criaturinhas amarelas que ficaram conhecidas através do filme Meu Malvado Favorito. A definição de Vaca Roxa, segundo o próprio autor da expressão, Seth Godin, é a seguinte:

Uma vaca roxa é um produto, um serviço ou uma empresa que é única e notável. É algo que cativa sua atenção e não a solta, e leva você a falar dele com todo mundo.

Ou seja, ainda engraçadinhos, os Minions são todos iguais, não têm diferenciação ou nada que chame atenção. Mas, o mesmo não se pode dizer da Vaca Roxa, que se destaca entre as outras, cativa e se faz notável. Em um mercado cada vez mais hostil e cheio de coisas entediantes, é preciso trabalhar em busca de um processo de posicionamento singular, com uma proposta única de valor profissional. Ou seja, não dá mais para pensar em ser um Minion, mas sim uma Vaca Roxa! Isso vale tanto para a construção da imagem das empresas, quanto para o amadurecimento do colaborador.

E no caso do profissional de remuneração, como é possível se diferenciar?

Antes de responder a essa pergunta, é importante lembrar as transformações pelas quais eles já passaram ao longo dos anos. Não faz muito tempo que as principais atribuições do setor de RH estavam voltadas para coordenação das atividades de treinamentos, planejamentos, recrutamento e seleção, além da administração de competências nas áreas técnicas internas, como gestão de pessoas e benefícios, e conhecimento da legislação trabalhista. Mas, isso ficou no passado.

Agora, outras atividades foram somadas e uma atuação mais estratégica começou a ser exigida, já que esse profissional passou a trazer valor ao negócio por meio do desenvolvimento de pessoas.

Há muitas opções no mercado e é fácil associar um título de notável ao seu serviço. Mas, será que de fato ele é? Para chamar a atenção para a sua oferta, o profissional de remuneração precisa se aprimorar.

Cursos

Participar de cursos de capacitação é essencial para se ter embasamento teórico ou prático. Para tomar decisões certeiras, que ajudarão a empresa e a equipe a crescerem, é necessário ter embasamento, conhecer o setor, o segmento e, sobretudo, entender de pessoas.

Outro idioma

Falar uma segunda língua, com destaque para a inglesa, é exigência para diversos cargos de diferentes áreas, principalmente em multinacionais. No caso do RH, que está cada vez mais global, muitas decisões importantes que envolvem o setor precisam ser tomadas em conjunto com a matriz, o que faz o domínio do inglês fundamental. Além disso, saber se comunicar neste idioma também pode ser essencial para se consolidar como um profissional mais estratégico dentro da empresa.

Networking

Participar de eventos para trocar experiência, disseminar conhecimento e as boas práticas do mercado é ótimo para fortalecer o networking com profissionais do mesmo segmento. A prática ajuda a fortalecer, interna e externamente, a imagem do profissional.

Benchmark

É importante que o profissional de remuneração esteja ligado às práticas do mercado e uma forma de se fazer isso é frequentar grupos de RH. Estar antenado aos estudos e às pesquisas de mercado é quesito primordial para quem deseja se destacar e acompanhar as tendências do setor.

Entender seu papel estratégico

Cada vez mais os profissionais da área estão sendo instigados e cobrados a assumirem uma posição mais estratégica para auxiliar nas tomadas de decisões da empresa.

Para adotar esse novo perfil, é preciso entender tudo sobre a empresa e se informar sobre o mercado na qual ela está inserida. Isso ajudará o profissional a sugerir e definir quais estratégias precisam ser praticadas para que as crises sejam evitadas.

O que você tem feito para deixar de ser um Minion para se tornar uma Vaca Roxa? 

Adotar estratégias de diferenciação irão te ajudar a ser cada vez mais notável! Saiba mais falando com a gente.

Receba nossos materiais e publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X