Planejamento correto aumenta vida de empresas

Benefícios eficazes: o que é mais adequado para seu público?
25/09/2013
Inversão no processo de contratação das empresas é tema de palestra
04/10/2013

O tempo para abrir e fechar empresas deve ser menor no ano que vem. Algumas propostas, que incluem diminuir o período de abertura de empresas, foram apresentadas na segunda-feira (30/09). Hoje, o processo leva meses. Assim como um Projeto de Lei para atualizar o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. As novas regras visam criar um registro único, o Redesim, baseado no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), além de um esforço para reduzir a burocracia dos negócios.

Desburocratizar os processos é uma excelente forma de incentivar o empreendedorismo, no entanto, é preciso tomar cuidado para que a facilidade em abrir um negócio leve a atitudes impulsivas. Empresas abertas por impulso, sem planejamento adequado, sem gestão de fluxo de caixa, sem avaliação dos concorrentes e sem políticas de RH não se consolidam no mercado. De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), a falência ou estagnação de 42% das micro e pequenas empresas são causadas por falta de planejamento e desconhecimento do mercado por parte dos empreendedores.

Portanto, para abrir uma empresa é preciso realizar pesquisa de mercado, da concorrência e dos profissionais que se pretende contratar. É imprescindível lembrar que uma empresa é feita de pessoas, que requerem gerenciamento, compreensão e envolvimento. Isso significa entender a personalidade de cada colaborador e adequá-la a determinada função, além de estabelecer o progresso de cada um dentro da empresa, mostrando todas as possibilidades. Tal política deixa clara a visão do empreendedor e onde a empresa vai chegar no futuro. Resultando em crescimento possível para os colaboradores.

Mesmo com mais facilidade para empreender, é importante levar em conta que alguns passos não podem ser pulados. Afinal, ninguém quer estar nas estatísticas das empresas que fecharam. Planejar e pedir assistência de outros profissionais para desenvolver a empresa traz benefícios para todos os envolvidos.

O Recursos Humanos é um departamento estratégico para que a empresa se consolide e esteja sempre em expansão. Por isso, é importante que todos os aspectos que envolvem esta área estejam planejados. Sejam pensados com foco no resultado, mas sem deixar de lado a parte humana das relações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X