PAE: estratégia garante qualidade de vida e produtividade

Exame aponta aumento em benefício concedido a colaboradores
08/07/2014
Jornada de trabalho: Google defende expediente reduzido
16/07/2014

Equilibrar vida pessoal e profissional é um desejo comum, tanto das empresas quanto dos colaboradores. Sabe-se que a produtividade no trabalho cresce quando a vida pessoal também está em ordem. Por esse motivo, as empresas criam estratégias para auxiliar seus profissionais a terem uma maior qualidade de vida, fazendo com que isso se reflita na sua rotina e no desempenho de suas atividades. Um exemplo de ação criada para isso, mas ainda pouco usual no Brasil, é o Programa de Assistência ao Empregado (PAE).

Trata-se de um serviço profissional oferecido aos colaboradores e seus dependentes com foco na resolução de problemas pessoais, legais e financeiros. Esse programa é bastante comum em países como Canadá e Estados Unidos e, aos poucos, tem sido adotado pelas empresas brasileiras. Algumas multinacionais que operam no país importam esse programa da matriz e o implantam com sucesso. Outras organizações possuem ações semelhantes as do PAE, mas não têm um programa formalizado.

De modo geral, o PAE possui as seguintes áreas de atuação:

Problemas Pessoais: dependência química (drogas, alcoolismo e tabagismo), depressão, estresse, falta de motivação, conflitos familiares, conflitos conjugais e com os filhos, violência familiar.

Problemas Legais: separação, divórcio, guarda de filhos, pensão alimentícia, inventários, contratos de aluguéis, compra e venda de imóveis.

Problemas Financeiros: empréstimos e financiamentos, cartão de crédito, endividamento excessivo, orçamento familiar, aposentadoria, imposto de renda.

Usualmente, o programa fica sob a responsabilidade do Serviço Social da empresa e é tratado sob regime de confidencialidade. No Brasil, já existem várias prestadoras de serviços ligadas ao PAE e, neste caso, elas oferecem serviços complementares, tais como: acesso ao programa através de linhas telefônicas gratuitas para o empregado e a sua família (0800), 24 horas por dia e 365 dias por ano; coaching para a liderança; apoio em campanhas de prevenção, incluindo apresentações, material de divulgação, Intranet; treinamentos periódicos; veiculação de artigos mensais sobre temas relacionados ao bem-estar; entre outros serviços.

Esse apoio para a resolução de problemas, obviamente, é muito benéfico para o colaborador, pois agrega facilidades à sua vida, mas a empresa também colhe bons frutos. “Com a implantação do PAE nota-se ganhos significativos na produtividade, no clima organizacional e na retenção de talentos”, explica o diretor da Carreira Muller, Marco Schanoski. Ainda de acordo com ele o programa proporciona a redução dos custos com plano de saúde e de faltas ou afastamento por motivo de doença (absenteísmo), em razão na maior qualidade de vida das pessoas.

O sucesso dessa estratégia é a prova de que qualidade de vida pode resultar em mais produtividade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X