O RH administrando pessoas

RH: adaptar-se é preciso!
22/09/2016
Quando o RH faz a diferença
26/10/2016

Paulo de Tarso Tavares escolheu ser administrador por influência familiar. Um de seus sete irmãos trabalhava em uma multinacional e contava sobre como funcionava o mundo corporativo, o que impulsionou Paulo a buscar uma profissão em que pudesse realizar “coisas importantes e ver rapidamente seus resultados”, principalmente no tocante a pessoas. E foi justamente esse cuidado que ele sempre quis ter com pessoas que fez de Paulo um administrador diferente.
Hoje, ele é Gerente Sênior de Recursos Humanos da Andritz Hydro Brasil (soluções para Hidrogeração), empresa pertencente ao grupo ANDRITZ (Multinacional austríaca fornecedora global de plantas, equipamentos e serviços para usinas hidrelétricas, indústria de celulose e papel, indústrias de metalurgia e siderurgia e separação sólido / líquido nos setores urbanos e industriais).

Na empresa há 10 anos, ele lidera uma equipe de 10 colaboradores, entre especialistas, analistas e estagiários, além de cuidar dos seus mais de 800 colaboradores. E é ali que ele faz o que gosta, utiliza seus conhecimentos como administrador para agregar valor à área de RH. Para ele, é preciso saber gerir pessoas e focar em resultados, enfrentando todos os desafios que encontramos no caminho.

“Sem dúvida, o maior deles é cuidar de pessoas de gerações diferentes, dos mais jovens aos mais seniores, desenvolvendo-os e mantendo-os na organização por prazer e paixão pelo que fazem. O mundo corporativo sempre falou nas siglas “b2b” (business to business), “b2c” (business to costumer), porém, agora é o momento de falarmos em “h2h” (human to human), algo que ouvi recentemente de um CEO durante uma visita numa grande multinacional europeia. Ali as máquinas, os equipamentos e as novas tecnologias já não fazem mais tanta diferença, pois podem ser copiados ou igualados, ao contrário das pessoas que podem dar o melhor de si na busca de suas realizações e, consequentemente, influenciar no sucesso das empresas em que atuam”, afirma.

Para celebrar esse dia do Administrador, convidamos Paulo para um bate papo que levou a reflexões bastante interessantes e que, com certeza, vão poder colaborar para o dia a dia do RH.

Conte um pouco sobre sua trajetória como Administrador e como chegou ao RH.

Quando comecei a faculdade de Administração de Empresas, decidi fazer estágio numa grande empresa alemã, onde acabei ficando por duas décadas. Lá comecei atuando na área de compras de materiais indiretos e, com apenas 6 meses de estágio, fui efetivado como comprador, função que ocupei por 3 anos. Foi quando um novo diretor de Recursos Humanos transferido para minha Unidade (Taubaté-SP) percebeu minhas habilidades para lidar com pessoas. Ele acabou propondo minha transferência para área de Administração de Pessoal e Benefícios, local em que aprendi várias atividades dos subsistemas de RH, exceto a parte que todos chamam de “filet mignon” do RH (R&S/ T&D/ D.O).

Após este período fui transferido para a área de Relações Trabalhistas, onde pude aperfeiçoar minhas habilidades de gestão de conflitos e negociações sindicais. Devido a uma escolha e indicação para o Banco de Talentos da empresa, fui convidado para ficar por um ano na matriz da empresa, na Alemanha. Era um programa de desenvolvimento profissional e tive uma experiência internacional incrível, de grande valia para mim e minha família.

Essa vivência no exterior, adicionada a experiências anteriores em áreas diferentes de RH, contribuiu para a minha atuação como administrador, pois me proporcionou mais conhecimento do mundo empresarial, visão de negócios, foco em metas, busca por resultados, e uma experiência do outro lado da mesa, onde estão os clientes do RH. Ao retornar assumi uma posição executiva numa das unidades do grupo, quando iniciei a minha carreira como gestor de pessoas – e nos 5 anos que ocupei essa função enfrentei muitos novos desafios.

E a sua história na Andritz, como começou? 

Foram 20 anos de empresa e decidi que era hora de ter meu próprio negócio na área comercial. Porém, logo percebi que meu gosto por trabalhar com pessoas era maior e decidi voltar ao universo empresarial. Foi quando conheci a Andritz (segmento papel e celulose) em Curitiba, uma grande empresa, com excelentes profissionais, que possibilitou o meu retorno ao mundo corporativo. Lá permaneci por 5 anos, compartilhado com uma empresa do grupo em São Paulo (AndritzHydro), completando, este ano, 10 anos de Grupo Andritz. Em ambas pude colocar em prática meus conhecimentos e minhas experiências, juntamente com minhas equipes de grandes profissionais e certamente com o apoio especial dos CEO’s locais. Na AndritzHydro os desafios foram e continuam sendo grandes, sendo notória a satisfação dos colaboradores nas realizações e resultados.

Para a empresa, por que é importante ter um profissional como administrador compondo o time de RH? 

O administrador tem algumas características principais que são diferenciais no departamento de RH: visão estratégica, visão de negócios, formação e vivência em áreas diferentes, pensar na empresa e nas pessoas antes de tomar decisões, buscando sempre os melhores resultados.

Além disso, essa profissão funciona como um diferencial no momento de conciliar necessidades dos colaboradores e estratégias empresariais, porque com a formação de administrador você pensa no todo, nas pessoas, no negócio, na estratégia, nas metas e nos resultados. Assim, por conta da bagagem que trazemos da faculdade e também das vivências práticas nas empresas, podemos agregar valor para a área de RH no momento de gerir pessoas x desafios x resultados, em conjunto com outros profissionais de diferentes formações como, por exemplo: psicólogos, profissionais de finanças e engenheiros.

O que mudou ao longo dos anos no quesito gerir pessoas? 

Muita coisa mudou, antigamente a área de RH era apenas uma área que cuidava da admissão, do pagamento aos colaboradores e do processo de demissão. Hoje a área tem um papel muito importante nas empresas, desde a parte de seleção e recrutamento (contratar a pessoa certa para o lugar certo), folha de pagamento e gestão benefícios (viabilizar essas operações com os melhores meios e de forma competitiva), mas também de cuidar das pessoas, prepará-las para que possam enfrentar os diversos tipos de desafios que terão pela frente, passando por aspectos motivacionais, capacitação/ treinamentos/ idiomas, vivência internacional, desenvolvimento de projetos, coaching, entre outros.

As pessoas buscam cada vez mais empresas que ofereçam ambientes com desafios, que as auxiliem no seu desenvolvimento e propiciem seu crescimento, além de um ambiente agradável e com seus “valores” em pauta.

Quais os principais desafios que você enfrenta como profissional da área? 

Os desafios são muitos, mas, sem dúvida alguma, cuidar de pessoas de gerações diferentes, dos mais jovens aos mais seniores, mantendo-as nas empresas por prazer e paixão pelo que fazem é o maior deles. A empresa que atua nesta direção colherá sempre os melhores resultados, mesmo em momentos de crise.

Anualmente participamos da pesquisa da GreatPlacetoWork (3º ano consecutivo) e podemos notar os desafios voltados à gestão de pessoas: oferecer o melhor ambiente, ter os melhores gestores, propiciar desafios constantes, manter o clima harmonioso, ser a empresa que os colaboradores sintam orgulho de pertencer e contam aos seus parentes, comunidades, clientes, e lá querem ficar por muitos anos. É um longo trabalho que exige dedicação, comprometimento, paciência e vontade de fazer, mas quando os resultados começam a surgir, traz uma satisfação imensurável, exalta. A AndritzHydro tem tido uma evolução muito significativa neste processo, inclusive se classificando entre as 15 melhores para se trabalhar na lista de Ribeirão Preto e Região, abrangendo nossa unidade em Araraquara – SP.

Quais são suas maiores alegrias atuando como RH? 

As maiores alegrias são os trabalhos com pessoas, vendo-as crescer, se desenvolver, se realizar. É muito gratificante poder ver isto, e na AndritzHydro isto acontece dado ao grande apoio que temos do nosso CEO (Sergio Parada), que semanalmente destina parte de seu tempo para conversar sobre assuntos que envolvem os colaboradores, clima interno, desempenho, crescimento, promoções, atuação dos gestores, entre outros, buscando compreender, apoiar e oferecer condições para que todos atinjam seus objetivos e, consequentemente, a satisfação e os resultados para as partes envolvidas.

Como é a parceria com a Carreira Muller? 

Estamos juntos há bastante tempo, quase 10 anos. Gostamos muito do trabalho de vocês, pois é algo diferenciado, sob medida, com a qualidade e a atenção requeridas, e com um atendimento personalizado, fazendo com que nossa parceria seja cada vez mais forte. Sempre fizemos a parte de Pesquisa Salarial, Pesquisa de Benefícios, e, neste ano, estamos trabalhando num projeto de grande importância para nossos colaboradores que é a Trilha de Carreira, que dará a oportunidade de cada um avaliar onde está posicionado e quais são as possibilidades de crescimento – e o que precisarão para galgar posições. Isto nos dará um grande diferencial competitivo na parte de gestão de pessoas.

Paulo Tavares é formado em Administração de Empresas, com pós (lato sensu) em Administração da Produção e Materiais, tem especialização em Visão de Negócios e Gestão de Pessoas pela FGV-SP, realizou o curso PDE (Programa de Desenvolvimento de Executivos) pela FDC (Fundação Dom Cabral) e Gestão Avançada para Altos Executivos pelo Amana-Key (São Paulo). Ele está registrado no Banco de Talentos Global do Grupo Andritz, tendo participado de cursos de capacitação na matriz, Áustria (com duração de 3 anos), destinado aos seus profissionais talentosos e/ou futuros executivos previstos no Plano de Sucessão da empresa.

 

Carreira Muller | Construindo Sentidos

2 Comentários

  1. Mariana disse:

    Excelente matéria. Adorei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X