Engajamento: a força da gravidade que a sua empresa precisa para prosperar

Pesquisa Salarial: um guia preciso para uma remuneração eficiente
12/07/2017
Carreira Y: Como a experiência do técnico Rogério Ceni te ajudará a entender essa tendência
27/07/2017

Leu o título e ficou curioso?  O que será que a gravidade tem a ver com o engajamento de pessoas? Mas vamos um pouquinho mais além… O que será que ela tem a ver com um Plano de Cargos e Salários? 

A visita do primeiro homem à lua confirmou: a gravidade é o fenômeno natural de atração que mantém nossos pés “presos” ao chão na terra. Se não fosse ela, não apenas nós humanos, mas qualquer outro objeto estaria vagando por aí.

Vineet Gambhir, vice-presidente e chefe de talento da Yahoo! no Pacífico Asiático, recentemente fez uma comparação entre esta força que mantém os corpos fixos no chão e o mercado corporativo. “O engajamento dos funcionários é como a gravidade que os vincula aos valores fundamentais, ao que a empresa representa e à sua missão”.

Este conceito reforça a ideia de que uma força de trabalho engajada tem um impacto significativo, impulsionando, inclusive, o crescimento da receita. E é fácil de notar isso, já que diversas pesquisas apontam que o engajamento de funcionários e o volume de negócios foram os principais desafios da gestão da força de trabalho em 2016 e continuam em 2017.

É preciso haver um alinhamento de valores, afinal, onde há propósito, há um senso de significado e uma sensação de valor.

As empresas que não estão em sintonia com os empregados, com as suas percepções de engajamento, treinamento e desenvolvimento de carreira, estarão longe de conseguir isso.

Em um cenário em que a rentabilidade e a estratégia precisam caminhar juntas, quando o objetivo é o de engajar pessoas, é importante que as lideranças e os RHs sejam transparentes com relação aos planos e as ações da empresa. Na medida em que o colaborador percebe que a sua carreira está sendo tratada com dedicação pela organização em que trabalha, ele ganhará confiança e terá a possibilidade de autodesenvolvimento constante.

Para isso, é fundamental que a companhia se preocupe em ter uma organização de planos de cargos e salários, resultando, assim, em uma evolução associada à entrega.

O trajeto é esse:

  1. Engajar talentos

Grandes talentos são fiéis a empresas quando estão alinhados com seus valores, objetivos e metas;

  1. Trilhar a carreira

Permite que profissionais tenham uma perspectiva de crescimento dentro das organizações;

  1. Oferecer remuneração estratégica

É imprescindível para manter a equipe unida, engajada e forte;

  1. Mesma empresa, mesmas atitudes

Os valores e estratégias da empresa precisam ser praticados por todos; um plano bem organizado conduz as decisões salariais de maneira coerente com os parâmetros definidos pela companhia;

  1. Eficiência operacional

Com o plano em mãos, as organizações evitam o desperdício de recursos.

Leia esse post e conheça melhor as cinco principais razões para se ter um plano de cargos e salários sólido e estratégico!

Um Plano de Cargos e Salários ajuda sua empresa a manter a gravidade! Quer saber como?  
Aprenda com esse vídeo:

Receba nossos materiais e publicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X