DISC: as características do perfil estável

Copa impulsiona vagas temporárias fora de época
14/05/2014
Remuneração é tema de workshop para gestores de RH em Marília
27/05/2014

De modo geral, um candidato é contratado pelas suas habilidades técnicas e demitido em razão de fatores comportamentais, não é mesmo? Essa constatação mostra o quão importante são as características pessoais para o bom desempenho da função que se está exercendo. A metodologia DISC (dominância, influência, estabilidade e conformidade) é uma excelente ferramenta para auxiliar na avaliação comportamental em processos seletivos.

Após o procedimento criado pela metodologia DISC, que engloba o preenchimento de um formulário e a geração de um relatório, os que tiverem como resultado “Alto S” podem ser considerados estáveis. Essas pessoas são agradáveis, pois têm como principais características serem boas ouvintes, persistentes, amáveis e gentis, além de confiáveis, o que é muito importante dentro de qualquer empresa.

Na maioria das vezes, elas reagem com calma e de forma passiva, mesmo em um ambiente hostil. Essa é uma boa característica para aqueles momentos em que os ânimos precisam ser contidos e uma solução que agrade a maioria precise ser encontrada. No entanto, essa característica também pode ser considerada como passividade em excesso, o que pode ser motivo de desconforto quando é necessário tomar medidas mais enérgicas.

O que motiva as pessoas com o perfil de estabilidade é a constância, a rotina e a certeza de saber que o amanhã será como o hoje. O contrário, ou seja, um cenário com constantes mudanças tende a deixá-las inseguras.

É importante lembrar que o perfil de uma pessoa é formado por várias características, que a combinação define o seu perfil. Algumas são mais constantes de acordo com as mudanças e outras mais instáveis. Por isso, a análise de perfis pessoais deve ser feita com cautela para que cada um esteja adequado à vaga que ocupa.

Em breve será publicado o último texto da série sobre os perfis mapeados pela DISC, o de conformidade. Continue acompanhando nosso blog!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X