Desafios: a ferramenta para reter jovens talentos

Trainees: baixa procura afeta remuneração | Estudos de Mercado
20/03/2014
Remuneração como ferramenta estratégica é tema de palestra
31/03/2014

A questão que paira sobre muitos dos setores de Recursos Humanos é: como reter os jovens talentos? Aliás, essa é uma pergunta já feita há alguns anos e ao longo deles diversas respostas foram encontradas. Durante esse período, no entanto, foi possível criar e elaborar conceitos que deixam mais clara uma resposta que seja considerada definitiva pela maioria, ou pelo menos que funcione para a maior parte das empresas.

Em primeiro lugar, é importante traçar um perfil desses jovens talentos. Eles são classificados como pertencentes à geração Y, adeptos da tecnologia e querem o perfeito equilíbrio entre vida pessoal e profissional. No mercado de trabalho, uma característica muito comum entre eles é que não permanecem por muito tempo em uma mesma empresa.

No entanto, a rotatividade entre as pessoas dessa geração não é comum em razão dos salários. Diversas pesquisas sobre o assunto mostram que um dos fatores que mais influencia a permanência ou não desse colaborador na empresa são os desafios apresentados a eles. Para os jovens talentos, é preciso sempre estar em constante evolução, tendo suas competências e criatividade colocadas à prova.

Isso não quer dizer que a questão salarial não é importante. Apesar de quererem o avanço salarial, os profissionais da geração Y se preocupam mais com a cultura da empresa e com a liberdade que têm para desempenhar o trabalho. Portanto, mais do que oferecer salários altos é preciso oferecer possibilidade de evolução e novos desafios.

Os setores de Recursos Humanos devem se adaptar a esta nova realidade e levá-la em consideração no momento de criar seus programas de estágio e de trainees.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X