Carreira Muller passa a atender segmento sucroalcooleiro

Carreira Y garante retenção de profissionais especialistas
24/09/2014
Transferência de profissionais: quando o conhecimento não tem fronteiras
08/10/2014

A economia é movimentada por diversos setores e empresas de ramos diferenciados. Algumas delas possuem certas particularidades em função da especificidade de sua atuação e das atividades que desenvolvem. É o caso das usinas de cana de açúcar, indispensáveis para a cadeia do setor sucroalcooleiro. O processo de produção do etanol e do açúcar depende diretamente de máquinas e pessoas com treinamento específico.

Mas em uma área tão singular de atividade, como desenvolver práticas de gestão de pessoas que tragam rentabilidade, otimizando tempo e processos?

Em primeiro lugar, é preciso ter um ponto de partida e informações nas quais possa se basear para construir algo que esteja de acordo com o cenário externo e com os objetivos da empresa. Pensando nisso, a Carreira Muller passa a atender também o setor sucroalcooleiro, oferecendo pesquisas de práticas de remuneração, além de consultorias para a construção de planos de carreira e remuneração, entre outros serviços.

A base de pesquisa desse segmento já possui mais de 130 usinas de todas as regiões do Brasil. Com alto valor agregado e baixo custo de investimento, as pesquisas segmentadas oferecem dados sobre remuneração, benefícios, indicadores e práticas de RH.

“Estamos ampliando nosso campo de atuação e, com isso, oferecendo informação confiável para as usinas. Com embasamento é possível profissionalizar a gestão, ter mais lucro e ainda proporcionar a especialização da mão de obra com oportunidades de crescimento profissional”, explica o diretor da divisão de pesquisas da Carreira Muller, Marco Schanoski.

O setor enfrenta uma crise há alguns anos em razão do aumento dos custos de produção, da perda de competitividade diante da gasolina e também em razão da influência de fatores climáticos. Nos últimos dois anos, cerca de 60 mil trabalhadores perderam o emprego em função das dificuldades enfrentadas pelas usinas.

“Diante desse cenário a aplicação correta dos recursos em investimento e em capital humano se torna ainda mais essencial para que as empresas continuem atuando sem a necessidade de reduzir seu quadro de pessoas ou, ainda pior, fechando as portas”, completa Schanoski. Ainda segundo o profissional, ter informações disponíveis sobre as práticas de remuneração e um serviço que auxilia na criação de um plano de carreira e remuneração é fundamental para se manter neste mercado cheio de desafios e a cada dia mais competitivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X