Business Partner: ele é importante para a sua empresa!

Avaliação de Desempenho e tecnologia: a combinação que tem tudo para dar certo
07/06/2017
DISC: conheça a origem da metodologia de análise de perfis
21/06/2017

Nunca falou-se tanto em “gestão de engajamento” como nos últimos anos. Na teoria, isso significa colocar em convergência os propósitos da empresa e do colaborador. Mas, e na prática? Em 1980, David Ulrich, o guru da gestão de pessoas e autor do livro Human Resource Champions (Recursos Humanos Vencedor), lançou o conceito de Business Partner (BP), que seria a figura responsável por realizar o alinhamento entre as necessidades da empresa e da gestão de pessoas.

O problema é que de lá pra cá, nesses mais de 30 anos, muitas empresas ainda encontram dificuldade para identificar esse profissional e desenvolver esse cargo dentro da sua organização. De maneira direta, o Business Partner é um profissional com visão generalista, de presente e futuro, que busca aproximar o departamento de Recursos Humanos das áreas de negócios. Isso significa que ele não só precisa deter o conhecimento dos subsistemas de RH, mas também do próprio negócio para poder discutir soluções estratégicas para a empresa.

No dia a dia de um BP, cerca de um terço do seu tempo é gasto trabalhando com dados. Além disso, ele deve atuar como um conselheiro do executivo para todos os assuntos ligados ao negócio e às pessoas, para que a relação entre os especialistas das áreas e os executores dos processos esteja em equilíbrio.

É por isso que, entre as suas principais características, está a flexibilidade para trafegar entre os setores da organização e o RH, avaliando possíveis falhas na liderança e executando ações de capacitação.

Conheça outras características do Business Partner:

 

Além disso, ele também pode ser fundamental para aumentar os ganhos da corporação. Em 2016, a CEB, consultoria global de benchmarking, fez um levantamento que indicou que as organizações com Business Partners eficientes reportam um aumento de até 10% na receita e um acréscimo médio de 9% no lucro. E, com o mercado cada vez mais dinâmico, contar com os recursos de um BP contribuirá para o impacto positivo na imagem da empresa e no clima organizacional – colaboradores percebem que estão sendo valorizados e podem ser ouvidos por causa da rapidez no feedback, queda de turnover e direcionamento mais eficaz dos investimentos em capacitação das equipes.

Com o tempo, os profissionais de Recursos Humanos com perfis de especialistas, passam a considerar que uma atuação mais estratégica dentro do ambiente corporativo, como os Business Partners, acaba se tornando uma das funções mais promissoras do RH moderno.

E a sua empresa? Será que ela já percebeu a importância do BP para alavancar as estratégias?

 

Receba nossos materiais e publicações

 

Carreira Muller | Construindo Sentidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X