Acordo coletivo de trabalho: o quê fazer?

Carreira Muller, representada pelo Diretor Presidente Robinson Carreira, participa de encontro de RH
22/08/2013
Bônus ou PLR: o que é melhor para a sua empresa?
19/09/2013

O acordo coletivo de trabalho vale a pena para a empresa? Manter os funcionários satisfeitos com certeza é um dos aspectos positivos da prática, mas o investimento também poderia ser utilizado em outras áreas. O segundo semestre é o período onde a maioria dos acordos são negociados e diante das reivindicações. os gestores tentam encontrar a melhor solução para equilibrar as contas e não prejudicar a empresa, seja por ceder a todas as pressões ou por uma possível greve.

Entre as vantagens de firmar um acordo coletivo está a satisfação dos funcionários, que se sentem ouvidos e respeitados. Isso que cria um ótimo relacionamento, fortalece os laços e dá incentivos para que eles cresçam. Consequentemente, a empresa também.

Porém, caso as reivindicações afetem muito as finanças da empresa, isso pode ser problemático, já que o valor poderia ser utilizado em novas contratações, cursos profissionalizantes para todos e até aplicadas em ferramentas de retenção de talentos, como premiações e benefícios pontuais. É preciso também levar em consideração que o acordo não beneficia a todos da empresa, somente uma categoria representada por seu respectivo sindicato.

Isso pode levar a mais que problemas financeiros, pois o achatamento de salários é uma possibilidade. Essa situação pode desmotivar os funcionários que não forem beneficiados, pois se sentirão desvalorizados, já que não obtiveram aumento.

É importante lembrar que todos os anos há o aumento com base na inflação. Se houver um acréscimo superior a taxa anual para um grupo, as verbas para recompensar o bom desempenho individual cai ou desaparece.

O importante é fazer o que é melhor para todos: funcionários e empresas. Caso a organização considere melhor contratar mais colaboradores, é interessante expor isso para as equipes, pontuando suas razões e até mesmo ouvindo sugestões. Com essas concessões, tudo fica mais fácil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Assine a nossa newsletter

X